terça-feira, setembro 29, 2020

Será que as empresas devem investir em engajamento?

Empresas que planejam o futuro investem bastante para engajar os funcionários. Mas será que elas deveriam? Ao longo das últimas décadas, pesquisas científicas mostraram que funcionários engajados cumprem seu trabalho melhor do que os demais e são menos propensos a abandonar a empresa.

O verdadeiro valor do engajamento deveria vir da causalidade e não da correlação.

Afinal, é o engajamento que causa uma performance melhor, ou apenas os funcionários com alta performance são mais engajados?

Surpreendentemente, não há muita evidência empírica para responder essa questão. Para demonstrar a causalidade, os dados de engajamento e de performance deveriam ser recolhidos em diferentes pontos, para testar onde o aumento dos níveis de engajamento contribuiu para aumentar a performance e onde a diminuição do engajamento contribui para diminuir a performance.

Em um dos poucos estudos para examinar essa questão, Ben Schneider e colegas reuniram dados de engajamento e performance de várias das empresas ranqueadas nas 100 melhores empresas segundo a Fortune. O estudo revelou a complexa relação entre o comprometimento e o desempenho. Apesar dos ganhos em engajamento resultarem no aumento da empresa em performance financeira e no mercado, o inverso também é verdade. Ganhos financeiros e na atuação do mercado tendem a melhorar sozinhos certos aspectos do engajamento do funcionário mais do que o investimento promovido pelas empresas em engajamento.

Os resultados sugerem que empresas com funcionários mais engajados podem executar melhor o trabalho, mas ocorre que empresas com alta performance podem gerar funcionários mais engajados simplesmente porque elas são mais bem sucedidas. Quando os negócios vão bem, é possível providenciar aos funcionários melhores pagamentos e benefícios, o que pode resultar em um senso maior de segurança e até o aumento no ego.

Em termos simples, se líderes conseguem ajudar os funcionários e times a desempenhar os melhores níveis de trabalho e ultrapassar suas próprias expectativas, o engajamento se torna o resultado do sucesso.

Com Brw

- Advertisement -
- Advertisement -

Últimas

Como a LGPD vai levar o RH a uma segunda onda da digitalização

Salvo alguma mudança de última hora – uma proposta de adiamento está em tramitação na Câmara dos Deputados – faltam menos de seis meses...

Cinco hábitos de pessoas malsucedidas – que você pode evitar

O sucesso não é copiar os hábitos de outras pessoas ou seguir um caminho baseado em receitas de autoajuda. A maneira mais...

Solitários, esgotados e deprimidos: o estado da saúde mental dos Millennials

A “Business Insider” analisou o estado de saúde mental da geração Millenial – pessoas com idade entre 23 a 38 anos em...

Conheça seis comportamentos que podem atrapalhar a sua carreira

Fortes habilidades sociais e inteligência emocional são mais necessárias agora do que nunca. Na medida em que as organizações se conscientizam da...

Chefe e colegas de trabalho narcisistas? Aprenda a lidar com eles

Você sabe reconhecer um narcisista? Pessoas com este traço de personalidade costumam dificultar o seu dia a dia e, se forem tolerados e recompensados,...

Esqueça o carisma: entenda por que líderes humildes são bem-sucedidos

Existe um paradigma no mundo dos negócios que diz que os CEOs de sucesso são ambiciosos, orientados a resultados, individualistas e, acima de tudo,...

A discriminação dos candidatos por meio de testes de seleção

Nos últimos tempos, nunca foi tão alto volume do som das acusações e críticas contra os vários tipos de discriminação: racismo, homofobia e outros,...

Considerando uma mudança de carreira? Então leia esse post

Muitas vezes, uma mudança de carreira parece uma transformação glamourosa - uma imagem blasé do “antes” transformada em um belo “depois” em uma revista...