quarta-feira, julho 8, 2020

Quatro perfis de Líderes que criam o Futuro

Alan Kay, um pioneiro em educação e computação disse certa vez que “a melhor maneira de se predizer o futuro é criá-lo”. Isso parece fazer muito sentido, mas certamente é uma tarefa bastante desafiadora, considerando o atual cenário turbulento e incerto do mercado mundial. Para alcançar esse objetivo, é preciso mais do que experiência e conhecimento de mercado, pois apegar-se à realizações passadas ou ao sucesso de uma marca consolidada no mercado pode limitar a capacidade de inventar um futuro radicalmente diferente do que se realizou no passado.

Líderes que questionam o jeito que as coisas sempre foram feitas (e com muito sucesso), arriscam novas ideias e dedicam tempo para compartilhar seu conhecimento e experiência com seu time são os responsáveis por inventar o futuro e inspirar aqueles que estão ao seu redor a acreditar no mesmo que eles. Conheça quatro perfis de liderança que separam aqueles que ficam presos ao passado daqueles que inventam um “novo” futuro:

Fanáticos por Aprender

Bons líderes têm imensa satisfação em compartilhar o conhecimento adquirido ao longo de sua carreira. Mas ter experiência de longa data e vasto conhecimento não os impedem de querer aprender cada vez mais. E, quando o assunto é construir o futuro, criatividade é essencial. A melhor maneira de incentivar a criatividade é estar constantemente buscando por conhecimento. Um líder criativo deve se perguntar “eu estou aprendendo na mesma velocidade em que o mundo está mudando?”.

O grande objetivo desse líder é fazer com que todos ao seu redor tenham a mesma sede de aprender que ele tem. Ele estimula sua equipe a buscar por novas formas de realizar o trabalho, novas tecnologias, novos modelos de negócio etc. Garry Ridge, CEO da WD-40 costuma desafiar seus colegas com a pergunta: “Quando foi a última vez que você fez algo pels primeira vez? “ O líder fanático por aprender estará mais preparado para inventar o futuro no momento em crescente turbulência e aceleração de mudanças.

Líder Disruptivo

É comum ver profissionais seniores se acomodarem com seus sucessos passados e presentes, e deixarem de enxergar novas possibilidades e tentar novas formas de realizar o trabalho. Um “líder disruptivo” não se permite cometer este erro, pois saber que não é possível inventar o futuro estando preso a ideias antigas, mesmo que elas já tenham sido muito bem sucedidas no passado.

Permitir-se e ser capaz de arriscar e reconhecer o momento certo de mudar o percurso e avançar para caminhos desconhecidos é uma característica presente em líderes que conseguem enxergar e “criar” o futuro para suas organizações. Trata-se da sabedoria de se desprender da última grande ideia para enxergar a próxima.

Otimista Obsecado

O futuro é construído por pessoas que são motivadas, que acreditam e querem muito realizar alguma coisa. Isso porque apenas aqueles que querem algo melhor são capazes de construir algo melhor. A liderança para se mobilizar uma organização na direção de um futuro imaginado e almejado requer a capacidade persuasiva baseada no embasamento intelectual mas muito mais, a capacidade de inspirar os liderados, depende muito mais da dimensão emocional.

O “otimista obsecado” consegue visualizar o futuro que almeja e trabalha para que essa predição se torne realidade. O entusiasmo é o que incentiva esses líderes a encontrar o caminho e inspirar todo o time na direção do futuro imaginado.

Ávido Experimentador

A experimentação é uma fase indispensável do processo de construção do futuro. Todas as grandes ideias vieram de tentativas fracassadas de outras ideias, pois é tentando, errando e corrigindo os erros que se pode chegar a bons resultados. São os erros que ajudam a identificar qual o caminho certo a seguir.

Líderes experimentadores não tem medo de colocar suas ideias em prática, eles arriscam. Se algo não acontecer como esperado, eles avaliam e reformulam. Mesmo sabendo que a maior parte das suas ideias podem não funcionar, eles não desanimam. E é isso que os ajuda a construir um futuro melhor.

Saiba como identificar os verdadeiros altos potenciais dentro da organização. O relatório Hogan Talentos de Alto Potencial é capaz de identificar os colaboradores que têm alto potencial de liderança e auxilia no seu desenvolvimento. Conheça.

- Advertisement -
- Advertisement -

Últimas

Como a LGPD vai levar o RH a uma segunda onda da digitalização

Salvo alguma mudança de última hora – uma proposta de adiamento está em tramitação na Câmara dos Deputados – faltam menos de seis meses...

Cinco hábitos de pessoas malsucedidas – que você pode evitar

O sucesso não é copiar os hábitos de outras pessoas ou seguir um caminho baseado em receitas de autoajuda. A maneira mais...

Solitários, esgotados e deprimidos: o estado da saúde mental dos Millennials

A “Business Insider” analisou o estado de saúde mental da geração Millenial – pessoas com idade entre 23 a 38 anos em...

Conheça seis comportamentos que podem atrapalhar a sua carreira

Fortes habilidades sociais e inteligência emocional são mais necessárias agora do que nunca. Na medida em que as organizações se conscientizam da...

Chefe e colegas de trabalho narcisistas? Aprenda a lidar com eles

Você sabe reconhecer um narcisista? Pessoas com este traço de personalidade costumam dificultar o seu dia a dia e, se forem tolerados e recompensados,...

Esqueça o carisma: entenda por que líderes humildes são bem-sucedidos

Existe um paradigma no mundo dos negócios que diz que os CEOs de sucesso são ambiciosos, orientados a resultados, individualistas e, acima de tudo,...

A discriminação dos candidatos por meio de testes de seleção

Nos últimos tempos, nunca foi tão alto volume do som das acusações e críticas contra os vários tipos de discriminação: racismo, homofobia e outros,...

Considerando uma mudança de carreira? Então leia esse post

Muitas vezes, uma mudança de carreira parece uma transformação glamourosa - uma imagem blasé do “antes” transformada em um belo “depois” em uma revista...