sexta-feira, outubro 22, 2021

Quais as tendências de gestão de desempenho no “novo normal”?

A prevalência do trabalho remoto em 2021 e além exige que os líderes adaptem a forma como trabalham com seu pessoal. A questão, claro, é como você pode fazer isso acontecer.

E, embora o home-office exista há anos, geralmente era limitado a períodos curtos e a um número limitado de funcionários remotos. No entanto, a pandemia trouxe uma enorme mudança nesse cenário – os escritórios da empresa ficaram vagos, as viagens foram interrompidas e muitos trabalhadores passaram a trabalhar remotamente em período integral.

Essa nova cultura remota mudou a forma como os funcionários interagem com colegas e gerentes. A conversa mais fria não é mais uma coisa. É muito mais difícil para os gerentes rastrear sentimentos e comportamentos quando as comunicações são feitas apenas por e-mail. As revisões anuais também são muito mais desafiadoras, porque você não vê um funcionário há meses.

Naturalmente, o trabalho totalmente remoto apresentou uma visão diferente do gerenciamento de desempenho. Com comunicação e conversa menos direta entre colegas de trabalho, superiores e subordinados, é muito mais difícil rastrear alguns dos componentes subjacentes de uma avaliação de desempenho. Junte isso à insatisfação contínua com a gestão de desempenho tradicional e as empresas estão enfrentando um ponto de inflexão.

Os maiores desafios do trabalho remoto

Para muitas organizações, a abordagem tradicional de gerenciamento de desempenho era conveniente – com uma avaliação de cada funcionário uma ou duas vezes por ano. Como gerente, você documenta o que gostaria de mudar ou melhorar, usa essas informações para criar uma classificação de revisão anual e designa um dia para falar com o avaliado. Em seguida, você usa todas essas informações para determinar a remuneração, o status do emprego, os planos de desenvolvimento e as análises de talentos organizacionais.

É conveniente, é econômico e está fortemente integrado à sua empresa. Ajuda a estabelecer os objetivos da empresa, padronizar as expectativas e identificar espaços para melhorias.

O processo tradicional de gestão de desempenho também é considerado desmotivador pela administração e pelos funcionários e é considerado ineficaz pelos gerentes de RH. Ele ignora o que está no horizonte e se concentra no desempenho voltado para o passado, tornando difícil construir uma revisão holística e precisa. Em última análise, isso cria um ambiente estressante para todos os envolvidos.

A crítica às avaliações anuais de desempenho não é um fenômeno novo – é necessário um novo normal para trazer os pontos fracos desta metodologia para o centro das atenções. Com menos interações pessoais, é muito mais difícil rastrear o engajamento, solicitar feedback ou entender se seu pessoal está alinhado.

A ascensão das avaliações contínuas e informais

Para resolver isso, muitas empresas decidiram olhar além da tradicional (e altamente criticada) revisão anual. Em vez disso, as organizações estão usando o cenário atual para aumentar a frequência das revisões para se manterem conectadas aos funcionários.

Revisões contínuas e informais estão se tornando mais populares como parte de uma iniciativa mais ampla de envolvimento contínuo. Eles não apenas fornecem reconhecimento em um momento em que os funcionários estão preocupados com o futuro, mas também contam com informações atualizadas e voltadas para o futuro. Em um momento em que os gerentes de RH estão tomando decisões difíceis e as equipes de gerenciamento buscam aumentar a produtividade, prazos de revisão mais curtos podem fornecer às empresas uma imagem mais clara de seus negócios.

Como as empresas se beneficiam com check-ins e feedback contínuo

Embora haja muitos motivos para adotar o modelo de revisão trimestral ou substituir as revisões formais por check-ins mais frequentes ou reuniões de desempenho 1: 1, os seguintes motivos se destacam:

Reduzir a ansiedade dos funcionários – talvez você já tenha ouvido a frase “galinhas assustadas não botam ovos”. À medida que os funcionários leem sobre recessões, empresas fechadas e muito mais, eles precisam de você para liderar. Sua equipe quer saber se as coisas estão indo bem e se o negócio vai continuar.

Fornecer reconhecimento – 69% dos funcionários dizem que trabalhariam mais se sentissem que seus esforços seriam mais bem reconhecidos. O reconhecimento é a forma número um de inspirar um ótimo trabalho. Quanto tempo dura esse sentimento de reconhecimento? Não muito – certamente não um ano inteiro. Uma mudança de revisões anuais para revisões mais frequentes pode proporcionar esse reconhecimento e aumentar o engajamento.

Aumentar a responsabilidade – É muito mais difícil controlar seus funcionários quando eles não estão no escritório. Responsabilidade e engajamento estão interligados aqui. Mas é muito mais fácil para um funcionário desinteressado entregar apenas o suficiente quando as discussões pessoais são limitadas. Isso é duplamente verdadeiro quando o referido funcionário sabe que não terá que responder isso até a temporada de revisão. Com prazos mais curtos e menos formalidade, você pode desenvolver uma imagem mais clara de responsabilidade e engajamento.

Novas ferramentas proporcionam eficiência, transparência e precisão

Para o bem ou para o mal, os estágios iniciais da pandemia mudaram a maneira como os funcionários trabalhavam e se comunicavam. Embora você possa ter lido sobre ou mesmo experimentado o “esgotamento do zoom”, muitos descobriram que as novas ferramentas de comunicação usadas para gerenciar a mudança de casa para o trabalho ofereciam uma ampla gama de benefícios:

Comunicações mais eficientes e eficazes – Em vez de reservar um tempo do dia para se reunir ou discutir projetos, um quadro de mensagens bem construído ou uma plataforma de mídia social corporativa permite que os funcionários se comuniquem com mais rapidez e eficácia.

Comunicações mais transparentes – A casa agora é o escritório. A conversa virtual do refrigerador de água abre espaço para mais áreas de discussão e pelo menos uma amizade se formou sobre interesses mútuos descobertos por um background do Zoom. Simplificando, é mais fácil ampliar a conversa e entender como os funcionários estão se saindo, porque vocês dois estão em um ambiente mais pessoal.

Funcionários mais informados – A implementação de novas ferramentas de comunicação apresentou às empresas outro benefício: é mais fácil compartilhar informações. Agora, em vez de um processo desconectado de empurrar informações, as comunicações internas tornaram-se mais oportunas e transparentes.

Embora 2020 tenha apresentado novas plataformas, as empresas forneceram mais canais de comunicação aos funcionários durante anos. A única diferença é que em vez de simplesmente olhar ou usar as ferramentas, seus funcionários contam com elas. Na medida que essas plataformas se tornam mais profundamente integradas, esse novo normal fornecerá à sua equipe comunicações mais fluidas e precisas.

O papel do feedback contínuo na gestão de desempenho

Com a comunicação ocorrendo de forma mais eficiente, as informações sendo compartilhadas de forma mais transparente e os check-ins se tornando mais frequentes, um foco no envolvimento contínuo pode gerar resultados. Feedback e reconhecimento conectam funcionários e gerentes, estabelecem um objetivo comum e conectam processos, ajudando sua organização.

Quando o feedback e o reconhecimento são fornecidos por gerentes indiretos ou entre departamentos, surgem percepções anteriormente desconhecidas, ajudando seus funcionários a se sentirem valorizados e motivados (especialmente se estiverem trabalhando entre departamentos ou instalações clínicas diferentes).

Avalie o desempenho de seus funcionários, implementando pesquisas de pulso de funcionários. Essas pesquisas podem ajudar os funcionários a compartilhar onde estão profissionalmente e pessoalmente. As empresas também podem usá-los para encontrar maneiras de reconhecer a dedicação e o trabalho árduo dos funcionários quando as linhas entre trabalho e casa são confusas.

Ainda há muitos ajustes pela frente, mas manter uma mentalidade aberta para o novo, e abraçar a mudança pode ajudar a sua organização a lidar com esse cenário agora, e no futuro.

- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas