terça-feira, julho 7, 2020

Por que não estar totalmente feliz no trabalho pode ser positivo

É da natureza humana não se dar por satisfeito quando conquista algo almejado. Quando resolvemos um problema, logo nos vemos descontentes com outra coisa, nossas expectativas aumentam e já estamos intrigados com outras questões. E é por isso que o fato de não estar completamente feliz e satisfeito no trabalho pode ser positivo. Problemas novos, e muitas vezes mais difíceis, são trazidos para a frente de nossa consciência.

Nas empresas, os líderes querem muito acreditar que os funcionários ficarão magicamente satisfeitos quando os problemas mais prementes forem resolvidos. Mas a realidade é que, uma vez que você resolve um problema, outro inevitavelmente aparece. O momento em que novas expectativas pararão de emergir nunca vai chegar. Portanto, você como líder não deve se frustrar com a insatisfação dos seus funcionários.

Colaboradores nunca vão estar 100% satisfeitos. Sempre haverá certa tensão ou insatisfação. É importante que as empresas não levem em consideração o volume de reclamações. O que deve ser feito é observar sobre o que as pessoas estão reclamando. Como muitos devem lembrar da teoria da Hierarquia de Necessidades de Maslow, quando um nível de necessidade é atendido, o nível que se segue assumirá o comando e a cobrança de nossas ações para atendê-lo e assim sucessivamente: Fisiológicas, Segurança, Sociais, Ego e Autorealozação. Em uma organização insalubre, você ouvirá reclamações sobre as necessidades básicas – temperatura, iluminação, ventilação, etc. As pessoas não se sentem seguras em sua posição, seja por condições inseguras de trabalho ou ameaças constantes de perda de emprego. O trabalho não paga um salário digno. Mas uma vez satisfeitas essas necessidades básicas, as reclamações não serão eliminadas. Em vez disso, surgirão necessidades e problemas que são muito mais difíceis de satisfazer.

As necessidades básicas dos empregados são geralmente as mais fáceis de resolver. As reclamações são diretas e as soluções são bastante óbvias e concretas. Se todos estão reclamando de trabalhar muito tempo, então talvez seja hora de contratar mais algumas pessoas. Mas, quando essas necessidades básicas são atendidas, você precisa estar pronto para enfrentar os novos desafios que surgirão.

A empresa precisa evoluir e crescer para ajudar os funcionários a atender essas necessidades. A liderança deve estar pronta e disposta a enfrentar expectativas crescentes com abordagens ponderadas.

Mas também é importante que as pessoas tenham consciência de que tipo de problemas elas têm. Todos nós temos problemas no trabalho. Nosso primeiro instinto é agir e resolver esses problemas. E se não podemos resolvê-los, nosso próximo instinto é abandonar a situação ou o “barco”. A maioria das pessoas seria sensata em dar um passo para trás e examinar se os problemas que elas têm no trabalho podem realmente ser resolvidos. Necessidades básicas devem ser atendidas, mas alguns problemas de alto nível nunca serão resolvidos de verdade – em qualquer empresa – pois são essencialmente subjetivos e pessoais. O quanto de reconhecimento e incentivo um líder pode dedicar a um grupo de funcionários pode ser totalmente insuficiente para outros.

À medida que crescem as expectativas, as pessoas muitas vezes sentem-se descontentes com uma situação – mesmo quando um exame direto dos fatos conta uma história diferente. Para construir uma organização saudável, é essencial que a administração e os funcionários individuais reconheçam essa verdade.

Um meio para se identificar os motivadores de cada membro da equipe é o Inventário de Motivos, Valores e Preferências (MVPI) da Hogan Assessments que serve para orientar um processo seletivo para se avaliar a compatibilidade do candidato com sua cultura organizacional, para definir planos de retenção de talentos e/ou para apoiar processos de transição de carreira. Clique aqui para conhecer esta ferramenta.

- Advertisement -
- Advertisement -

Últimas

Como a LGPD vai levar o RH a uma segunda onda da digitalização

Salvo alguma mudança de última hora – uma proposta de adiamento está em tramitação na Câmara dos Deputados – faltam menos de seis meses...

Cinco hábitos de pessoas malsucedidas – que você pode evitar

O sucesso não é copiar os hábitos de outras pessoas ou seguir um caminho baseado em receitas de autoajuda. A maneira mais...

Solitários, esgotados e deprimidos: o estado da saúde mental dos Millennials

A “Business Insider” analisou o estado de saúde mental da geração Millenial – pessoas com idade entre 23 a 38 anos em...

Conheça seis comportamentos que podem atrapalhar a sua carreira

Fortes habilidades sociais e inteligência emocional são mais necessárias agora do que nunca. Na medida em que as organizações se conscientizam da...

Chefe e colegas de trabalho narcisistas? Aprenda a lidar com eles

Você sabe reconhecer um narcisista? Pessoas com este traço de personalidade costumam dificultar o seu dia a dia e, se forem tolerados e recompensados,...

Esqueça o carisma: entenda por que líderes humildes são bem-sucedidos

Existe um paradigma no mundo dos negócios que diz que os CEOs de sucesso são ambiciosos, orientados a resultados, individualistas e, acima de tudo,...

A discriminação dos candidatos por meio de testes de seleção

Nos últimos tempos, nunca foi tão alto volume do som das acusações e críticas contra os vários tipos de discriminação: racismo, homofobia e outros,...

Considerando uma mudança de carreira? Então leia esse post

Muitas vezes, uma mudança de carreira parece uma transformação glamourosa - uma imagem blasé do “antes” transformada em um belo “depois” em uma revista...