terça-feira, junho 2, 2020

Os melhores chefes são os humildes

Artigo publicado originalmente no The Wall Street Journal

Depois de décadas examinando líderes potenciais em busca de charme e carisma, alguns empregadores estão percebendo que estão perdendo uma das características mais importantes de todas: a humildade.

Em uma época em que a arrogância é recompensada nas mídias sociais, nos negócios e na política, pesquisadores e especialistas dizem que optar por pessoas humildes pode garantir melhores resultados.

A humildade é uma qualidade essencial de líderes que inspiram trabalho em equipe, agilidade de aprendizagem e alta performance junto a seus times, de acordo com vários estudos realizados nos últimos anos. Pessoas humildes tendem a estar conscientes de suas próprias fraquezas, são ansiosas para se aprimorarem, apreciam as fortalezas de outros, e são focadas em objetivos que vão além de seus próprios interesses.

Entre funcionários, a humildade está ligada a uma menor rotatividade e absenteísmo. Esses pontos fortes são frequentemente negligenciados porque as pessoas humildes tendem a passar despercebidas pelo radar dos recrutadores internos ou externos.

Para Ryne Sherman, da Hogan Assessments, “a maior parte do pensamento dominante sugere que os líderes devem ser carismáticos, buscar a atenção dos outros, e serem e persuasivos”, diz ele. “No entanto, esses líderes tendem a arruinar suas empresas porque eles assumem mais do que podem entregar, são confiantes demais e não ouvem o feedback dos outros”.

Os líderes humildes também podem ser altamente competitivos e ambiciosos. Mas eles tendem a evitar os holofotes e dão crédito a suas equipes, lembra o especialista. Eles também pedem ajuda e ouvem os comentários dos outros, dando um exemplo para que os subordinados façam o mesmo.

O fator H

Os estudos da Hogan Assessments se baseiam, em parte, na pesquisa realizada por Lee e Michael Ashton, da Brock University em St. Catharines, Canadá. Depois de analisar a pesquisa sobre personalidade, eles identificaram uma combinação de humildade e honestidade, ou o que chamaram de fator H, como um traço de personalidade estável.

O “fator H” é marcado por um conjunto de atributos que aparecem consistentemente em algumas pessoas, incluindo sinceridade, modéstia, justiça, veracidade e despretensão. As mesmas pessoas tendem a evitar manipular os outros, distorcer regras ou se comportar de maneira gananciosa ou hipócrita.

Em um outro estudo, realizado em 2015 com 326 funcionários, divididos em 77 equipes de uma empresa de saúde, pesquisadores pediram ao funcionários  que avaliassem a humildade dos gerentes, com base em uma escala que incluísse a vontade de aprender com os outros ou admitir quando não soubessem fazer alguma coisa. Eles também avaliaram as atitudes e o desempenho das equipes nos quais estavam inseridos. O resultado da pesquisa apontou que equipes com líderes humildes tiveram melhor desempenho e fizeram um trabalho de melhor qualidade do que equipes cujos líderes exibiram menos humildade.

- Advertisement -
- Advertisement -

Últimas

Como a LGPD vai levar o RH a uma segunda onda da digitalização

Salvo alguma mudança de última hora – uma proposta de adiamento está em tramitação na Câmara dos Deputados – faltam menos de seis meses...

Cinco hábitos de pessoas malsucedidas – que você pode evitar

O sucesso não é copiar os hábitos de outras pessoas ou seguir um caminho baseado em receitas de autoajuda. A maneira mais...

Solitários, esgotados e deprimidos: o estado da saúde mental dos Millennials

A “Business Insider” analisou o estado de saúde mental da geração Millenial – pessoas com idade entre 23 a 38 anos em...

Conheça seis comportamentos que podem atrapalhar a sua carreira

Fortes habilidades sociais e inteligência emocional são mais necessárias agora do que nunca. Na medida em que as organizações se conscientizam da...

Chefe e colegas de trabalho narcisistas? Aprenda a lidar com eles

Você sabe reconhecer um narcisista? Pessoas com este traço de personalidade costumam dificultar o seu dia a dia e, se forem tolerados e recompensados,...

Esqueça o carisma: entenda por que líderes humildes são bem-sucedidos

Existe um paradigma no mundo dos negócios que diz que os CEOs de sucesso são ambiciosos, orientados a resultados, individualistas e, acima de tudo,...

A discriminação dos candidatos por meio de testes de seleção

Nos últimos tempos, nunca foi tão alto volume do som das acusações e críticas contra os vários tipos de discriminação: racismo, homofobia e outros,...

Considerando uma mudança de carreira? Então leia esse post

Muitas vezes, uma mudança de carreira parece uma transformação glamourosa - uma imagem blasé do “antes” transformada em um belo “depois” em uma revista...