domingo, março 3, 2024

HRTech reduz em até 80% o tempo gasto em triagem

Segundo levantamento realizado pela Taqe, apenas 2% dos currículos recebidos são considerados para fases finais dos processos seletivos. Para otimizar esse processo, Renato Dias e Denise Asnis criaram, em 2017, uma solução que utiliza testes gamificados para recomendar profissionais treinados a recrutadores. O objetivo da plataforma é conectar todo o ecossistema de empregabilidade, ampliando as oportunidades para candidatos e aumentando a produtividade das empresas.

“Quando criamos a Taqe nos deparamos com um cenário em que, de um lado tínhamos candidatos com poucas qualificações para colocar em seus currículos e dificuldade para se diferenciarem diante dos empregadores. E, do outro lado, recrutadores que recebiam um grande volume de currículos similares, com poucos critérios objetivos para triagem. Entendemos que a partir da automação e inteligência de dados, poderíamos realizar o match ideal entre pessoas e empresas, contribuindo para uma contratação com mais eficiência e qualidade para as duas partes”, afirma o CEO da Taqe, Renato Dias.

Com atendimento aos públicos B2B, a startup oferece uma plataforma completa, incluindo banco de candidatos, gestão de processo seletivo, triagem e agendamento automatizado de dinâmicas e entrevistas online. Já para o público B2C (candidatos), a plataforma oferece capacitação e recomendações de vagas de emprego por meio de aulas e testes em formato de jogos. Neste ambiente, é possível construir um perfil profissional completo, com certificações por conhecimentos, habilidades técnicas e comportamentais, evidenciando aspectos relevantes e que não são encontrados nos currículos tradicionais.

Para que o match aconteça, a ferramenta filtra e organiza os candidatos em um ranking de acordo com critérios como fit cultural, personalidade, competências, atenção concentrada, português, lógica, inglês, redação, videoentrevista, experiência, formação e dados demográficos, que, além de tudo, contribuem para que as empresas ampliem a diversidade dos candidatos, garantindo equiparação social de minorias.

Além disso, por meio dos algoritmos da Taqe, é possível aumentar em até 4 vezes a eficiência dos processos seletivos das empresas, viabilizando a contratação de até 8 entre 10 candidatos entrevistados. Para os candidatos, uma vez criado seu perfil profissional na plataforma, tornam-se elegíveis para diversas vagas ao mesmo tempo, aumentando seu acesso ao mercado de trabalho. “Além da alta taxa de aprovação nas entrevistas finais, temos observado que empresas que utilizam a plataforma chegam a reduzir 80% do tempo para preenchimento de vagas. Temos clientes que apontam redução de 30 dias para apenas 8 dias”, revela Denise Asnis, sócia da Taqe.

A profissional ainda complementa que os indicadores demonstram que candidatos que realizaram, pelo menos dois terços da trilha de aulas e testes da Taqe são 4,4 vezes mais contratados do que aqueles que realizaram até um terço. “Os candidatos mais engajados são expostos a mais oportunidades e chegam mais preparados nas entrevistas”, comenta Denise.

Nos últimos anos, a Taqe ganhou uma lista grande de clientes, tais como Natura, Santander, Sequoia, Callink, Grupo Fleury e o Hospital Albert Einstein. Além disso, estabeleceu parcerias com governos, organizações sociais e instituições de ensino, desenvolvendo o maior banco de candidatos triados do Brasil. Até o momento, a plataforma possui mais de 1 milhão e 800 mil candidatos testados.

- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas