terça-feira, setembro 29, 2020

Entrevistas de emprego: você não sabe o que está fazendo

Você já parou para refletir sobre a razão pela qual não consegue contratar os indivíduos com a mais alta performance em sua empresa? Ou a razão pela qual novos funcionários fracassam e abandonam o “barco” em tão pouco tempo?

Provavelmente você está confiando de maneira muito exagerada nas entrevistas que faz no processo de seleção.

A maioria das entrevistas de emprego não possui uma estrutura consistente. No geral, avaliadores dão uma olhada no currículo do candidato, seguem uma lista de questões sugeridas e tentam analisar a linguagem corporal da pessoa.

Essas práticas prestam um enorme desserviço à empresa e aos candidatos. Se continuar dessa maneira, as chances de selecionar profissionais qualificados serão as mesmas de jogar cara ou coroa.

Não só o processo seletivo perde oportunidades em contratar os profissionais mais adequados para sua empresa como também abre mão de algo muito importante para as organizações: a diversidade.

Qualquer organização que disponha de iniciativas sólidas de diversidade entre os funcionários deve dedicar mais zelo ao processo de entrevistas. Qualquer um que seja responsável pelo processo seletivo – e mesmo que tenha a melhor das intenções – ainda estará propenso a discriminar candidatos com base no gênero, idade, peso, etnia, classe social e outros critérios que não estejam relacionados à performance. Como seres humanos, todos exercemos o mesmo comportamento: gostamos mais das pessoas que são parecidas conosco.

Estamos mais dispostos a escolher pessoas que se pareçam mais com a gente, que ajam de modo semelhante e que possuam histórico similar ao nosso.

Surpreendentemente, nosso alcance narcisista vai mais longe. Quando nos encontramos pela primeira vez com alguém, naturalmente fazemos um julgamento inicial, e em seguida uma forte ação interior assume o controle: passamos os próximos quatro minutos da entrevista tentando confirmar as primeiras impressões que tivemos, e após esse ponto, nossas decisões são tomadas.

Sabemos que não podemos efetivamente avaliar a performance de um líder apenas em quatro minutos, mas o nosso subconsciente está mais preocupado em provar que está certo do que dar ao candidato uma chance justa.

De qualquer modo, as entrevistas não são os processos mais confiáveis para selecionar os melhores indivíduos, especialmente se você quiser contratar candidatos com perfis diferentes que vão verdadeiramente demonstrar o melhor desempenho no trabalho.

Quer saber como selecionar os profissionais mais indicados para a sua empresa, sem se apoiar em critérios como gênero, etnia e livre de preconceitos? Conheça a série de relatórios para selecionar e avaliar pessoas, em diferentes níveis e funções organizacionais, oferecidas pela Hogan.

Com Hogan

- Advertisement -
- Advertisement -

Últimas

Como a LGPD vai levar o RH a uma segunda onda da digitalização

Salvo alguma mudança de última hora – uma proposta de adiamento está em tramitação na Câmara dos Deputados – faltam menos de seis meses...

Cinco hábitos de pessoas malsucedidas – que você pode evitar

O sucesso não é copiar os hábitos de outras pessoas ou seguir um caminho baseado em receitas de autoajuda. A maneira mais...

Solitários, esgotados e deprimidos: o estado da saúde mental dos Millennials

A “Business Insider” analisou o estado de saúde mental da geração Millenial – pessoas com idade entre 23 a 38 anos em...

Conheça seis comportamentos que podem atrapalhar a sua carreira

Fortes habilidades sociais e inteligência emocional são mais necessárias agora do que nunca. Na medida em que as organizações se conscientizam da...

Chefe e colegas de trabalho narcisistas? Aprenda a lidar com eles

Você sabe reconhecer um narcisista? Pessoas com este traço de personalidade costumam dificultar o seu dia a dia e, se forem tolerados e recompensados,...

Esqueça o carisma: entenda por que líderes humildes são bem-sucedidos

Existe um paradigma no mundo dos negócios que diz que os CEOs de sucesso são ambiciosos, orientados a resultados, individualistas e, acima de tudo,...

A discriminação dos candidatos por meio de testes de seleção

Nos últimos tempos, nunca foi tão alto volume do som das acusações e críticas contra os vários tipos de discriminação: racismo, homofobia e outros,...

Considerando uma mudança de carreira? Então leia esse post

Muitas vezes, uma mudança de carreira parece uma transformação glamourosa - uma imagem blasé do “antes” transformada em um belo “depois” em uma revista...