segunda-feira, junho 1, 2020

Conheça seis comportamentos que podem atrapalhar a sua carreira

Fortes habilidades sociais e inteligência emocional são mais necessárias agora do que nunca. Na medida em que as organizações se conscientizam da importância da criação de culturas de trabalho positivas e colaborativas para reter seus melhores talentos, a liderança deve estar atenta para evitar certos comportamentos em suas equipes, como alguns descritos a seguir:

A velha fofoca Essa não é novidade, mas parece que é sempre esquecida. Os “fofoqueiros” corporativos passam mais tempo fazendo politicagem, em vez de se envolverem ativamente em seu trabalho, e tendem a ter uma reputação pouco profissional. O “fofoqueiro” também não inspira confiança e pode afastar uma eventual promoção. Cabe ao gestor identificar estas tendências e cortá-las pela raiz quando escuta fofocas que chegam a seus ouvidos.

Nunca dizer não Esse é um comportamento muito nocivo: quem nunca diz ‘não’ aceita tudo – desde uma ideia ruim, até o desrespeito do colega. Embora a tendência de se afastar da opinião possa ser mascarada como bondade, esses profissionais podem ser vistos como pessoas que não se expõem, que falam as coisas “da boca pra fora” e, consequentemente, geram desconfiança que pode ser prejudicial ao time.

Resistir a qualquer ideia nova O resistente prefere processos aos quais está acostumado, e trabalha ativamente para mantê-los “do jeito que sempre funcionaram” — geralmente em prejuízo da inovação e melhoria contínua. Profissionais que não gostam muito de mudanças na rotina ou novidades gastam muito tempo preocupando-se em aplicar os procedimentos corporativos nos mínimos detalhes, e acabam não fazendo o seu trabalho. Gestores com estas características são a definição do microgerenciamento.

Estar sempre no papel de vítima Infelizmente, algumas pessoas não conseguem assumir a responsabilidade por seus erros. Esses profissionais geralmente têm dificuldade em assumir a responsabilidade por prazos perdidos ou erros, e têm o mau hábito de culpar os outros.

Tentar bancar o “espertinho” O espertinho pensa – não… ele sabe — que é a pessoa mais inteligente do grupo. Para os espertinhos, é o caminho deles ou a estrada. Se algo é feito de errado, é porque a equipe não cumpriu seu plano. E se algo é feito corretamente, é por causa de seu golpe de gênio. O esperto é rápido em ignorar os outros e pode agir de maneira arrogante em reuniões e relacionamentos interpessoais, dificultando a conquista da confiança dos outros ou a implementação de ideias. Mas eles tendem a não perceber isso; consideram-se encantadores e usam seu charme para esconder suas artimanhas, nem sempre para o benefício da empresa..

- Advertisement -
- Advertisement -

Últimas

Como a LGPD vai levar o RH a uma segunda onda da digitalização

Salvo alguma mudança de última hora – uma proposta de adiamento está em tramitação na Câmara dos Deputados – faltam menos de seis meses...

Cinco hábitos de pessoas malsucedidas – que você pode evitar

O sucesso não é copiar os hábitos de outras pessoas ou seguir um caminho baseado em receitas de autoajuda. A maneira mais...

Solitários, esgotados e deprimidos: o estado da saúde mental dos Millennials

A “Business Insider” analisou o estado de saúde mental da geração Millenial – pessoas com idade entre 23 a 38 anos em...

Conheça seis comportamentos que podem atrapalhar a sua carreira

Fortes habilidades sociais e inteligência emocional são mais necessárias agora do que nunca. Na medida em que as organizações se conscientizam da...

Chefe e colegas de trabalho narcisistas? Aprenda a lidar com eles

Você sabe reconhecer um narcisista? Pessoas com este traço de personalidade costumam dificultar o seu dia a dia e, se forem tolerados e recompensados,...

Esqueça o carisma: entenda por que líderes humildes são bem-sucedidos

Existe um paradigma no mundo dos negócios que diz que os CEOs de sucesso são ambiciosos, orientados a resultados, individualistas e, acima de tudo,...

A discriminação dos candidatos por meio de testes de seleção

Nos últimos tempos, nunca foi tão alto volume do som das acusações e críticas contra os vários tipos de discriminação: racismo, homofobia e outros,...

Considerando uma mudança de carreira? Então leia esse post

Muitas vezes, uma mudança de carreira parece uma transformação glamourosa - uma imagem blasé do “antes” transformada em um belo “depois” em uma revista...