quarta-feira, março 3, 2021

Como pedir um feedback negativo quando seu chefe não quer te dar um

Pode parecer estranho, mas muitos profissionais esperam de seus gestores um “feedback negativo”, a fim de melhorar seu trabalho, crescer profissionalmente e aperfeiçoar suas habilidades. No entanto, quando se trata de solicitar feedback negativo, eles descobrem que seus gerentes preferem rejeitá-lo, negá-lo ou adiá-lo, em vez de falar diretamente, com sinceridade sobre o que não está funcionando e o que precisa mudar.

Isso faz sentido quando você considera o que pode estar em risco ao dar (e receber) feedback negativo. Normalmente, isso acontece porque existem barreiras para dar um feedback negativo, como mágoas, desejo de manter profissionalismo, falta de modelos para dar feedback negativo, medo de uma explosão emocional e medo de destruir uma “cultura legal”

Pesquisas adicionais dos professores Naomi Eisenberger e Matthew Lieberman, da Universidade da Califórnia, e do professor Kipling D. Williams, da Purdue University, mostram que o feedback negativo pode ser sentido como uma forma de rejeição social (“você está me dizendo que não sou bom o suficiente e que eu não deveria estar aqui ”é uma interpretação frequente), e essa rejeição social dói emocional e fisicamente. Poucos gerentes querem causar dor a seus subordinados diretos e potencialmente arriscar uma explosão emocional, perda de compromisso ou mesmo retaliação.

No entanto, quando as pessoas não recebem feedback negativo útil, elas não podem crescer. De acordo com os autores Jack Zenger e Joseph Folkman em seu artigo, “Seus funcionários querem o feedback negativo que você odeia dar”, quando perguntados sobre o que mais ajudou em suas carreiras, 72% dos entrevistados atribuíram a melhoria de desempenho à obtenção de feedback negativo de seus gerentes. O mesmo estudo também mostrou que os gerentes estavam relutantes em dar feedback negativo.

Então, o que você faz se você sabe que o feedback negativo é o que você precisa para ter sucesso – e ninguém está falando? Pare de pedir feedback negativo (você já tentou isso, certo?) E tente uma dessas abordagens criativas:

Dê-se feedback negativo primeiro. De acordo com o professor e autor da Wharton School of Business, Adam Grant, quando as pessoas evitam dar feedback construtivo, muitas vezes é porque elas têm medo de ferir seus sentimentos. Mas se eles ouvirem você falar sobre o que você fez de errado, o medo se dissipa. Comece dizendo algo como: “eu sei que tenho a tendência de trabalhar rapidamente e às vezes ignorar detalhes importantes. Eu gostaria de melhorar nisso. Você tem alguma ideia de como eu poderia melhorar?” E, então, depois de ter falando, você pode perguntar: “e há mais alguma coisa que eu poderia trabalhar para melhorar?”

Se a solicitação direta de feedback negativo não estiver funcionando, informe ao seu gerente que você se comprometeu a melhorar em três áreas neste ano e que gostaria de receber seu feedback sobre uma ou mais delas. Pergunte: “Por favor, você poderia me ajudar a manter o compromisso que fiz comigo mesma?” Dessa forma, ela pode encarar o feedback que vai lhe dar como uma forma de ajudar você a cumprir uma promessa e menos como forma de ferir seus sentimentos.

Renove o feedback negativo como uma oportunidade de aprendizado. Se seu gerente, colega ou cliente estiver reticente em oferecer feedback negativo diretamente, pergunte: “O que você acha que eu poderia aprender com você?” Isso dá à outra pessoa uma chance de refletir sobre seus próprios talentos e habilidades (o que faz as pessoas se sentirem bem), e compartilham seu pensamento sobre onde poderiam ajudá-lo a crescer – em um contexto não ameaçador.

Prevenir o impacto do feedback negativo. Quando as pessoas estão dispostas a dar feedback negativo, muitas vezes o consideram “apenas uma coisinha – não é grande coisa” para minimizar o impacto. Você pode fazer isso sozinho, perguntando: “Se eu pudesse mudar apenas um pequeno hábito, o que deveria ser?” Isso sinaliza para a outra pessoa que eles não têm que minimizar, pedir desculpas ou colocar feedback negativo no contexto para torná-lo palatável para você – você já fez isso.

Os gerentes devem poder dar feedback negativo, mas, mesmo que não consigam, você precisa aprender a solicitá-lo para obter as informações de que precisa para se desenvolver em seu trabalho e carreira.

- Advertisement -
- Advertisement -

Últimas

Como a LGPD vai levar o RH a uma segunda onda da digitalização

Salvo alguma mudança de última hora – uma proposta de adiamento está em tramitação na Câmara dos Deputados – faltam menos de seis meses...

Cinco hábitos de pessoas malsucedidas – que você pode evitar

O sucesso não é copiar os hábitos de outras pessoas ou seguir um caminho baseado em receitas de autoajuda. A maneira mais...

Solitários, esgotados e deprimidos: o estado da saúde mental dos Millennials

A “Business Insider” analisou o estado de saúde mental da geração Millenial – pessoas com idade entre 23 a 38 anos em...

Conheça seis comportamentos que podem atrapalhar a sua carreira

Fortes habilidades sociais e inteligência emocional são mais necessárias agora do que nunca. Na medida em que as organizações se conscientizam da...

Chefe e colegas de trabalho narcisistas? Aprenda a lidar com eles

Você sabe reconhecer um narcisista? Pessoas com este traço de personalidade costumam dificultar o seu dia a dia e, se forem tolerados e recompensados,...

Esqueça o carisma: entenda por que líderes humildes são bem-sucedidos

Existe um paradigma no mundo dos negócios que diz que os CEOs de sucesso são ambiciosos, orientados a resultados, individualistas e, acima de tudo,...

A discriminação dos candidatos por meio de testes de seleção

Nos últimos tempos, nunca foi tão alto volume do som das acusações e críticas contra os vários tipos de discriminação: racismo, homofobia e outros,...

Considerando uma mudança de carreira? Então leia esse post

Muitas vezes, uma mudança de carreira parece uma transformação glamourosa - uma imagem blasé do “antes” transformada em um belo “depois” em uma revista...